Arquivo do autor:professoraestela

Cultura Africana

Este vídeo mostra um pouco da cultura africana, a culinária, costumes, cultos etc. com belíssimas imagens e destaque especial ao povo Massai, grupo étnico africano, seminômades que se localizam no Quênia e no norte da Tanzânia.

 

videohttp://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=AUfNdliblNw (acesso em 10 de junho de 2012)

Anúncios
Categorias: Sem categoria | Tags: | 1 Comentário

NOTÍCIAS

Mostra “África Hoje” vai exibir 24 documentários em São Paulo

31 mai 2012

 

Entre os dias 29 de maio a 10 de junho a cidade de São Paulo recebe a “Mostra África Hoje”, que vai exibir 24 documentários produzidos sobre o continente africano. O evento acontece na Caixa Cultural, no centro da capital paulista. No dia 1º de junho será também realizado às 19h45 um debate que irá discutir a cinematografia da região. A mesma Mostra foi exibida no Rio de Janeiro entre os dias 15 e 27 de maio.

 

A curadora e cineasta Luciana Hees explica que a ideia surgiu quando um grupo de brasileiros foi para Moçambique e decidiu trazer os filmes africanos para o país. Luciana trabalha em Moçambique desde 2003, onde é responsável pela produção do Dockanema, um dos principais festivais de documentários da região. “Nós levamos produções internacionais para Moçambique. E também exibimos muitos filmes africanos”, afirma a curadora.

 

Para ela, é importante mostrar ao público brasileiro uma África atual. “Ficamos um ano amadurecendo o projeto. Queríamos mostrar uma África ativa e não tradicional. Acho que no Brasil ainda se tem uma ideia de que os africanos são como os nossos índios. É uma imagem que ainda tem esse resquício, com foco nas guerras, fome e na natureza selvagem com leões e elefantes. Era isso que nós queríamos mudar”, declara.

 

A cineasta afirma que existe uma janela ainda pequena para exibição de filmes africanos no Brasil, especialmente fora do circuito comercial. Festivais importantes como o do Rio incluem filmes africanos na programação. E algumas universidades brasileiras também promovem sessões, fruto das relações com instituições de ensino africanas ou mesmo as embaixadas.

 

Ela conta que a recepção do público é excelente. “As pessoas ficam interessadas e surpreendidas e querem saber mais. Existe muita riqueza de realidade”. O perfil do público é bem diverso, desde estudantes e professores, representantes de movimentos afrodescendentes e pessoas ligadas ao cinema.

 

Além da mostra, ela elenca outras ações que podem formar público para filmes africanos. Uma delas é envolver as escolas no processo. “É um público ávido, que está começando a entender o que é o mundo. E o tema interessa a todo mundo, pois o Brasil tem muita influência do continente”, afirma.

 

A cineasta acredita que é difícil comparar os filmes africanos com os brasileiros, dada a diversidade do continente. Mas explica que existem visões diferentes de acordo com a procedência dos realizadores. “Um produtor de origem estrangeira que aborda a África tem uma visão, normalmente, mais genérica e sensacionalista. Já os próprios africanos tendem a contar histórias por meio do indivíduo e conseguem ir mais fundo”, afirma.

Fonte: http://www.criaticidades.com.br/noticias/mostra-africa-hoje-vai-exibir-24-documentarios-em-sao-paulo/ (acesso em 03 junho de 2012)

Categorias: Sem categoria | 1 Comentário

O continente africano

O continente africano

Categorias: Sem categoria | 2 Comentários

África: diversidade sócio-econômica

Aspectos Sócio-econômicos

Ao observar o continente africano pela sua ocupação ao longo dos anos, classifica-se a África em duas regiões: África “branca” (cultura árabe) e África “negra”(culturas locais).

Isto é possível em virtude da influência que a região norte da África (árabe) sofreu da ocupação dos povos do Oriente Médio (Ásia) durante os tempos, tendo como resultado um espaço totalmente adverso da África “negra”, sendo esta última caracterizada pelas culturas regionais provindas de milenares tribos africanas. Também é possível destacar a própria cor da pele dos africanos nessas duas regiões: os descendentes de árabes possuem uma tez clara, em grande parte, enquanto que os africanos relacionados com as culturas tribais já têm uma cor mais negra.

Sendo assim, a África vem a ser o resultado de anos de ocupação e influência das mais diversas culturas do mundo que remodelaram e transformaram seu continente num espaço diversificado e muitas vezes carente de recursos econômicos, por outro lado, suas belezas naturais são únicas e, por enquanto, estão permanentes em todo seu território.

Divisão Física (localização) da África

Norte da África Argélia, Egito, Líbia, Marrocos, Saara Ocidental e Tunísia
Oeste da África Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Mali, Mauritânia, Níger, Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Togo
África Central Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe e Chade
Leste da África Burundi, Dijbuti, Eritreia, Etiópia, Quênia, Ruanda, Somália, Sudão, Tanzânia e Uganda
Sul da África África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagascar, Malauí, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbábue

Ilustração

Divisão Sócio-Econômica da África

África “branca” Argélia, Dijbuti, Egito, Eritréia, Etiópia, Líbia, Mali, Marrocos, Mauritânia, Níger, Saara Ocidental, Somália, Sudão e Tunísia.
África “negra” Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, Togo, Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Chade, Burundi, Quênia, Ruanda, Tanzânia, Uganda, África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagascar, Malauí, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbábue

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Um tour pela África que não conhecemos

O vídeo apresenta imagens e mapas da origem da civilização (África Berço da Civilização) e também nos apresenta países do continente africano e suas diversidades culturais e econômicas.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário